Fundos fazem aporte de R$ 30 milhões na Bebê Store

By Flavia Dilello on março 17, 2014 in Últimas Notícias with Nenhum Comentário

Fundos fazem aporte de R$ 30 milhões na Bebê Store

A Bebê Store, site de comércio eletrônico especializado em produtos infantis, recebeu um aporte de R$ 30 milhões do fundo Atomico e da W7 Brazil Capital, em sua terceira rodada de captação de recursos. Há um ano, a Bebê Store recebeu investimentos de R$ 20 milhões da Atomico e da W7 Brazil Capital. Antes disso, a companhia recebeu um aporte do Atomico de de US$ 2,9 milhões.

Os recursos, segundo a companhia, serão investidos no fortalecimento das operações. Em entrevista ao Valor PRO, serviço de informações em tempo real do Valor, Niklas Zennström, co-fundador do Skype e fundador do fundo Atomico, disse que futuramente a companhia pode investir na aquisição de outras empresas de comércio eletrônico, para acelerar sua expansão. “Não está eliminada a possibilidade de uma aquisição ou fusão com outra empresa no futuro, mas por enquanto o foco é o crescimento orgânico”, afirmou.

A Bebê Store foi fundada em 2009 pelos empreendedores locais Leonardo Simão e Juliana Della Nina. Hoje, a companhia oferece mais de 55 mil itens em cinco lojas virtuais – Bebê Store, com produtos para bebês, Kids Store, com uma linha completa para crianças de 4 a 12 anos, Toy Store, de brinquedos, Mommy Store, que atende as mães e gestantes e o Clube da Fralda, site de assinatura de fraldas.

A companhia não informa a receita alcançada no ano passado, apenas que apresentou um crescimento de 137% e que a expectativa para este ano é alcançar uma expansão nas vendas também superior a 100%. A Bebê Store informou ainda que, desde que recebeu o primeiro aporte, em 2011, a receita cresceu dez vezes, o que indica um valor próximo a R$ 200 milhões, considerando a receita divulgada pela companhia em 2009.

Zennström disse que ficou impressionado com o crescimento alcançado pela Bebê Store e considera possível que a companhia receba um novo aporte de recursos de um fundo de “private equity” ou grandes investidores dentro de um ano a um ano e meio.

Haroldo Korte, que comanda o fundo Atomico no Brasil, disse que, apesar de o cenário macroeconômico no país não estar muito favorável, o mercado de comércio eletrônico segue com crescimento de dois dígitos e tem perspectivas de expansão forte nos próximos anos. Atualmente, segundo ele, o Atomico avalia outras companhias no Brasil para investir. “O mercado de comércio eletrônico é o que apresenta as melhores perspectivas, mas estamos abertos a avaliar outros tipos de empresa”, disse o executivo.

A companhia de “venture capital” Atomico administra recursos da ordem de US$ 850 milhões e investe em empresas de tecnologia em todo o mundo. No Brasil, tem investimentos em quatro empresas: Bebê Store; o site de reservas de restaurantes Restorando; o portal de entrega de refeições PedidosJá; e o serviço on-line de vendas de autopeças Connect Parts.

Globalmente, a lista de investimentos inclui companhias iniciantes que rapidamente passaram a valer mais de US$ 1 bilhão, como a empresa de jogos Supercell, que teve 51% do capital vendido em 2013 para o Softbank por US$ 1,5 bilhão, e a Climate Corporation, comprada no ano passado pela Monsanto por US$ 1,1 bilhão.

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

TOPO